sexta-feira, 27 de março de 2009

Divulgando Poesia ( I )

DO TEMPO

DEUS nos pede do tempo estreita conta!
É preciso dar conta a Deus do Tempo !
Mas como dar,do tempo,tanta conta,
Se se perde sem conta tanto tempo ?!

Para fazer a tempo a minha conta,
Dado me foi,por conta,muito tempo,
Mas não cuidei do tempo e foi-se a conta ...
Eis-me agora sem conta...eis-me sem tempo...

Óh vós que tendes tempo e tendes conta,
não o gasteis,por nunca,em passatempo,
Cuidai, enquanto é tempo, o terdes conta.

Ah! se quem esta conta de seu tempo
Tivesse feito,a tempo, preço e conta
Não chorava, sem conta, o não ter tempo.

Frei Castelo Branco (Sec. XVII)

1 comentário:

  1. Parabéns pela descoberta deste maravilhoso espaço chamado internet.

    ResponderEliminar